congreganositedaurcamp  
Banner Institucional  
BannerCREDIES  

Semana é marcada por intensas atividades no curso de Medicina Veterinária de Alegrete

alegretensesei

A semana para o curso de Medicina Veterinária do campus da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) de Alegrete está sendo marcada por várias atividades, debates, discussões, treinamentos, entre outras ações

Entre uma parceria da Urcamp e o Sindicato Médico Veterinário do Rio Grande do Sul, iniciou segunda-feira, 21, e se estende até sexta-feira, 25, o 38º Treinamento em Métodos de Diagnóstico e Controle de Brucelose e Tuberculose Animal e Noções de Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis.  A capacitação faz parte do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT). A teoria ocorre no prédio central da universidade, mas as práticas são aplicadas no campus rural.

De acordo com a médica-veterinária Maria Angélica Zollin, que realizou aula prática de tuberculose,  a importância principal do treinamento é em questão a vigilância e sanidade da  Encéfalopatia Espongiforme Bobina (ETT), popularmente conhecida como "vaca-louca" e o controle e erracidação da tuberculose e brucelose bovina e bubalina. Desde 2001 foi instituído esse programa, que habilita e treina os veterinários, os quais somente poderão realizar os testes. "Precisamos que todo Brasil fale a mesma linguagem e pratique da mesma maneira. Através desses cursos estamos diminuindo a prevalência da doença e aumentando a qualidade do produto que estamos consumindo em todo o território", destaca.

A profissional salienta que o Rio Grande do Sul está numa posição confortável quanto à prevalência da doença, mas há 130 focos de tuberculose no Estado, porém todos mapeados e sendo saneados, enquanto  em outras regiões do País não há nenhum foco, mas não possuem conhecimento de como está o rebanho. "Nós sabemos como está a qualidade do nosso rebanho e está cada vez melhor. A tuberculose e brucelose  são duas enfermidades que, quando são detectadas, a propriedade fica impedida de exportar, causando perda para produtores e Estado. O programa está indo bem e o RS é o que possui o maior número de profissionais habilitados e animais testados. Estamos à frente de São Paulo, Minas Gerais, no quesito sanidade", complementa.

Participam do treinamento acadêmicos, docentes, profissionais e egressos.

AULA MAGNA - Na quarta-feira, 23, aconteceu a aula inaugural de início de semestre. A atividade foi realizada no restaurante Santiaguense. Na ocasião foi proferida a palestra "Primeiros socorros em pequenos animais", com os docentes Luis Felipe Dutra Corrêa e João Pedro Scussel Feranti. Cerca de 200 pessoas participaram da aula, entre discentes, docentes e egressos.

alegretenseum

alegretensedois

alegretensetres

alegretensesete

Contato

Av. Tupy Silveira, 2099
CEP 96400-110

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

(53) 3242 8244

(53) 3242 8898