Agradecemos a todos  
Vestibular de Verão  
Banner Institucional  

Urcamp se mobiliza em mais uma Semana de Responsabilidade Social

ravazadois

Iniciou, na segunda-feira, 18, a 13ª edição da Semana da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular. A iniciativa da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) visa estabelecer uma ponte entre o setor acadêmico e a sociedade, ofertando benefícios para a comunidade e proporcionando aos discentes um momento de reflexão e conscientização por meio das propostas e ações realizadas pelas instituições.

A Universidade da Região da Campanha (Urcamp) participa desde 2007 desta campanha, mas as ações sociais são realizadas durante todo o ano. Neste período, os cursos de todos os campi estão engajados em promover atividades para a comunidade, além de dar andamento às ações que já são desenvolvidas ao longo dos meses.

Ao final da campanha, a associação concede às instituições participantes o “Selo Instituição Socialmente Responsável”, atestando que a instituição de ensino se preocupa com o bem-estar social da comunidade e com o seu desenvolvimento sustentável. A pró-reitora de Inovação, Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão (Proippex), professora Elisabeth Cristina Drumm, frisa que a universidade está engajada na comunidade com várias ações. "Em diferentes áreas dos conhecimentos, a Urcamp, enquanto instituição comunitária de Ensino Superior está presente na comunidade, por meio de projetos e de ações sociais. Assim, os alunos aproximam-se de suas áreas de formação e futura atuação profissional".

Um dia de atividades no Passo das Pedras 

ravazaum

A tarde de terça-feira, 19, foi marcada por várias atividades na Escola Municipal de Educação Infantil Anelise Abbott Ravaza, no bairro Passo das Pedras. O Centro de Ciências da Saúde (CCS) e o curso de Agronomia da Urcamp proporcionaram várias atividades para a comunidade escolar, como avaliação nutricional, oficina de aproveitamento integral de alimentos, verificação de pressão arterial, orientações sobre cuidados com a saúde, avaliação e orientação postural, tipagem sanguínea, rodas de conversa e atividades lúdicas, além de atendimentos para animais de pequeno porte, como os cães.

A diretora do CCS, professora Mônica Palomino, disse que o momento foi gratificante, em que os cursos de Saúde e Agronomia se mobilizaram para oferecer atividades à população. “Agradecemos pela acolhida da escola. Atividades como estas reforçam os laços entre instituição e comunidade, além de proporcionar aprendizado e integração para o aluno”.

A comunidade

ravazaquatro

Quem recebeu o serviço saiu satisfeito, como é o caso de Josiane Couto, 23 anos. A jovem aproveitou para verificar o tipo sanguíneo de sua filha, de apenas dois anos de idade. “A gente nunca sabe quando vai precisar e até mesmo no futuro para ajudar com doação de sangue. É importante e positivo este tipo de ação gratuita, pois uma vez tive que pagar R$ 35 para verificar o meu tipo sanguíneo”, comenta. A moradora também destacou o trabalho que a gestão tem feito na escola. “Antes não tinha vidros e nem muro. A gestão tem feito a diferença”.

A jovem Janaína Farias, 25 anos, também aproveitou para verificar o tipo sanguíneo dela e do filho, de dois anos. “Achei superinteressante e importante, pois eu não sabia o meu tipo sanguíneo”, diz.

razavacinco

Horta escolar

O curso de Agronomia cumpriu sua missão na construção de uma horta escolar e, também, na plantação de mudas frutíferas. Com a colaboração do campus rural, que ficou responsável pela construção dos canteiros e da produção das mudas no Instituto Biotecnológico de Reprodução Vegetal (Intec), o trabalho resultou em sucesso na terça-feira. As crianças da escola ajudaram a plantar as mudas e a mobilização foi grande durante a tarde.

A professora Ana Carolina Silveira da Silva, representando a coordenadora do curso, Eliana Valente Silveira, relata que os estudantes receberam kits de mudas, sementes e húmus para levar para casa como incentivo de plantar também em suas moradias. “Esperamos que a ideia se reproduza em outros locais. A Urcamp é uma instituição comunitária e cumpre seu papel na comunidade”, salienta.

A acadêmica do sexto semestre, Jéssica Cortes, 28 anos, declarou que a atividade proporcionou para as crianças um aprendizado, onde elas conheceram o passo a passo do desenvolvimento do plantio. “Eles aprendem de onde vem o que eles comem e para nós é uma grande experiência, pois ajuda a comunidade através das nossas atividades práticas”.

ravazatres

A escola

A Escola Anelise Ravaza conta com 94 crianças e oferece desde o berçário até o pré. Com 32 anos de fundação, a instituição passa por “um novo tempo”. Após a realização do projeto da prefeitura “Meu Bairro Melhor", a escola recebeu várias melhorias em sua infraestrutura, como pintura, vidros, muro, entre outros investimentos. Com a parceria da Urcamp, a comunidade pode esclarecer dúvidas, receber informações de prevenção e cuidados com a saúde, além de ser beneficiada com projetos, como o do curso de Agronomia.

A supervisora da instituição, Andiara Lucas Pinheiro, ressalta que a universidade está engajada com as causas sociais e conta que a escola não tinha uma horta. A diretora, Rosa Dias, acrescenta que as atividades da Urcamp foram fundamentains para o sucesso da instituição. “A comunidade está realizada. Os pais também ajudaram no plantio e na terra. O trabalho em união, entre família e escola, é o progresso de nossa escola”, disse a gestora.

ravazaseis

ravazasete

Contato

Av. Tupy Silveira, 2099
CEP 96400-110

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

(53) 3242 8244

(53) 3242 8898