Bem vindo! Hoje é quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Presidente do TRT-4 vai palestrar na primeira agenda que marca os 50 anos do curso de Direito da Urcamp

Para marcar o início das atividades de aniversário dos 50 anos do curso de Direito, a Urcamp promove, nesta sexta-feira, uma palestra com a presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, Vânia Maria Cunha Mattos. A desembargadora irá abordar sobre Reforma trabalhista, Contexto atual da Justiça do Trabalho e a perspectiva e novo cenário sobre a reforma. O encontro acontece no Complexo Cultural do Museu Dom Diogo de Souza, a partir das 19h. O evento é gratuito e aberto à comunidade.
A palestrante é porto-alegrense, formada em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Tem pós-graduação em Planejamento Governamental, Economia do Trabalho e Sindicalismo, e em Relações de Trabalho. Vânia assumiu como desembargadora federal do Trabalho em 17 de julho de 2009 e a presidência do TRT4 em 15 de dezembro de 2017.
De acordo com o coordenador do curso de Direito, Heron Vaz, estes temas são de extrema relevância para os profissionais e estudantes do Direito na atualidade. Ele comenta que o evento irá marcar o início das atividades alusivas ao cinquentenário. A data de aniversário é 18 de novembro de 2019.

História

Segundo Vaz, as atividades iniciaram em março de 1970, mas o decreto de criação é do dia 18 de novembro de 1969. "Ao longo destes quase 50 anos de tradição na região da Campanha e preocupação com a qualidade do ensino jurídico, o curso já formou mais de quatro mil bacharéis em Direito", informa.

O coordenador ressalta que esse tipo de atividade é constante e, com isso, em janeiro de 2016, o curso de Direito recebeu o selo de qualidade da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Recomenda), que representa uma certificação de qualidade do curso, resultante dos excelentes índices de aprovação no exame da ordem e das avaliações do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

Segundo o coordenador, o índice de aprovação no exame da ordem é historicamente superior à média nacional e, muitas vezes, da média estadual. Ele cita, como exemplo, os concluintes do curso no 2° semestre de 2017 (a 86ª turma do Direito), que alcançaram 37,5% de aprovação no exame. "Este é um índice histórico do curso, e que ratifica, assim, um ensino de qualidade na região da Campanha", frisa.

Além disso, conforme Vaz, na avaliação realizada pelo Ministério de Educação e Cultura (MEC), a experiência do corpo docente e o Núcleo de Prática Jurídica alcançaram a nota máxima permitida na avaliação. "Os egressos do curso de Direito estão inseridos nos mais diversos segmentos políticos e econômicos da região da Campanha e nos quadros da OAB. Em 2019 completamos 50 anos em constante renovação, obedecendo os padrões da nova Urcamp", ressalta.

 

Fonte: Jornal Minuano